(77) 99805 4104 [email protected]

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins da Silva Filho, afirmou que vai cortar o ponto dos professores e pode demitir os recém-contratados que estão participando da greve deflagrada desde a última segunda-feira (11). Segundo o gestor, o movimento é ilegal e não envolve a maioria dos profissionais.

De acordo com a representante da categoria, professora Marlede Oliveira, o prefeito garantiu uma resposta à pauta de reivindicações, o que ainda não aconteceu. De acordo com os grevistas, neste sábado (16), a categoria vai realizar uma nova assembleia para decidir os rumos do movimento.

Entre as reivindicações estão reajuste salariais de 11%, a criação de um plano de carreira unificado, gratificação para diretores escolares e remuneração complementar por cursos e avanços curriculares.

Fonte: Tv Subaé